Notícias Detalhes
Venda de usados bomba em 2020 e supera a de novos

Venda de usados bomba em 2020 e supera a de novos

15.02.2021

Fenauto

A decisão do consumidor brasileiro de adquirir um automóvel, mesmo que usado, também aumentou porque muitas pessoas preferiram optar pela mobilidade individual, mais segura para diminuir o risco de contágio, que poderia ser maior no transporte público.

Segundo a Fenauto, associação que reúne as revendas independentes de usados, o setor conseguiu superar a crise de 2020, apesar de não ter compensado totalmente o “buraco” deixado pelos meses de fechamento das lojas.

Baseado nos números divulgados na primeira semana do ano pela Fenabrave (a associação das concessionárias), é possível notar que houve crescimento do índice que mede a relação entre os dois segmentos (de carros zero km e usados): no ano foram transferidos 4,9 veículos leves usados para cada novo carro emplacado, enquanto que em 2019 esse índice foi de 4,1/1.

Só em dezembro foram negociados 1,2 milhão de automóveis e utilitários leves, alta de 15,3% sobre novembro e forte crescimento de 21,3% na comparação com o mesmo mês de 2019.

Motos e caminhões também crescem

O segmento de motos e caminhões também foi muito bem em dezembro. A relação de motos usadas transferidas e novas emplacadas subiu de 2,8/1 em 2019 para 3/1 2020. Em dezembro, o mercado de motos usadas também superou os números registrados em 2019 – foram 328,3 mil transferências, crescimento de 11% sobre novembro e de 29% em relação ao último mês da temporada anterior.

Já o setor de caminhões usados também foi bem. A falta de caminhões novos no mercado canalizou a demanda para os seminovos. O mercado terminou com 33,6 mil unidades negociadas, queda de 8,4% sobre 2019 contra o tombo de 12,3% no número de emplacamentos dos zero km. A relação foi de 3,7 caminhões transferidos para cada unidade zero emplacada, quase igual ao índice de 3,7/1 de um ano antes.

A única ressalva fica para o mercado de ônibus, que foi praticamente igual tanto para unidades zero-quilômetro como para usadas e seminovas. De 2019 para 2020, foram 33% menos novos ônibus nas ruas (18,2 mil unidades) e retração de 33,7% nos negócios com produtos seminovos (total de 33,6 mil transferências).

Com isso, o número de ônibus usados transferidos para cada zero emplacado permaneceu estacionado em 1,8/1, nada diferente do que aconteceu em 2019.

Compartilhe

2018 - Fortbras - Todos os direitos reservados Fortbras

Política de Privacidade